3 dicas de como aproveitar Black Friday



A Black Friday se tornou um dos maiores eventos comerciais do país, as pessoas aguardam ansiosamente a chegada de novembro onde as grandes lojas e marcas diminuem os preços dos seus produtos e serviços, levando os consumidores a loucura.

É claro que essa febre começou nos Estados Unidos. O nome Black Friday significa Sexta-feira Negra e já é uma tradição de muitos anos em que os norte-americanos saem para as compras na última sexta-feira do mês de novembro, coincidindo com a inauguração das compras de Natal.

Mas qual é a origem do Black Friday?


O termo Black Friday esteve associado, inicialmente, as crises econômicas na Bolsa de Valores.

No dia 24 de setembro de 1869, o termo foi usado pela primeira vez. Dois especuladores de Wall Street, Jay Gould e Jim Fisk tentaram tomar o mercado do ouro na Bolsa de Nova York.

Quando o governo foi obrigado a intervir para corrigir a distorção, elevando a oferta da matéria-prima ao mercado, os preços caíram e muitos investidores perderam grandes fortunas. E, por causa disso, o dia ficou conhecido como “Sexta-Feira Negra”.

No entanto, depois de um tempo, os lojistas conseguiram dar uma interpretação positiva ao termo “Black Friday” ao dizer que ele se referia ao momento em que os estabelecimentos retornavam ao azul, ou seja, voltavam a ter lucro. Depois de um ano em que o comércio ficava no vermelho, passava o dia de Ação de Graças e chegava a época natalina, em que os saldos se tornavam positivos, os “números negros”, já que o período de festas corresponde à maior parte dos gastos de consumo do ano. Mas não há provas de que isso tenha realmente acontecido.

E quando o Black Friday se popularizou?


Até 1990, o termo ficou restrito a algumas regiões dos Estados Unidos, principalmente na Filadélfia. No entanto, meados da década de 90, o conceito foi se alastrando e só depois dos anos 2000 é que a Black Friday se tornou o maior dia de compras do ano.

Aqui no Brasil, o termo foi ganhando mais força nos últimos anos e muitos lojistas utilizam a data para fazer promoções na última semana do mês, a chamada Black Week, e até mesmo, utilizam o mês inteiro de novembro para oferecer descontos para os consumidores.

Mas quais cuidados você deve ter na Black Friday?


A Black Friday pode ser um paraíso para quem adora comprar barato. No entanto, é preciso ficar atento aos perigos que essa data também podem proporcionar ao consumidor. Separamos três dicas para que você possa aproveitar uma das épocas mais corridas do ano, sem ficar no prejuízo.

Pesquise os preços


Na Black Friday é possível achar grandes promoções de cair o queixo e, às vezes, é preciso ter muito cuidado nessas ofertas porque alguns desses descontos podem ser apenas enganação.

É por isso que é importante fazer uma boa pesquisa de preços e acompanhar os produtos que você deseja comprar, para saber se de fato houve uma queda nos preços ou se isso é só uma jogada de marketing e, assim, não sair no prejuízo.

Verifique as informações da empresa


As vendas online têm crescido cada vez mais durante os anos e muitas pessoas vêem mais vantagens em comprar pela internet, devido aos descontos e promoções específicas dessas plataformas, o que é um ponto muito positivo para o consumidor, já que ele tem mais opções de compra.

No entanto, nessa época os golpes na internet também são muito recorrentes. Isso porque como as pessoas estão aflitas e animadas com os preços, acabam não prestando muita atenção na loja em que estão fechando a compra, o que pode gerar muita dor de cabeça no futuro com informações pessoais hackeadas, vírus no computador, clonagem de cartões de crédito, etc.

Por isso, fique atento ao site, verifique se é seguro e desconfie caso estejam oferecendo valores muito abaixo das demais lojas.

Fique atento às especificações


Além de se preocupar com as suas informações pessoais, é preciso observar as especificações na hora de selecionar seu produto, como seu tamanho, cor, funcionalidades, entre outras características. Na correria, acabamos nos equivocando ou o site pode dar informações erradas, o que pode gerar um grande problemão no futuro com trocas e estornos.

Seguindo essas dicas rápidas, você conseguirá aproveitar a Black Friday de maneira segura e sem problemas!

0 visualização