Google Ads x Facebook Ads



As redes sociais foram criadas para passar o tempo, dar risadas e desenvolver amizades e, às vezes, até mesmo para passar vergonha na internet, não é mesmo? Afinal, esses sempre foram os objetivos principais dessas plataformas: entreter e conectar.


No entanto, por mais que essas práticas ainda sejam comuns, a web se popularizou de tal maneira que abriu um novo mundo de oportunidades para as ações de marketing, que possibilitaram o surgimento de várias ferramentas muito úteis. Uma das principais e mais utilizadas hoje em dia são os Ads, os anúncios online.



O Google e o Facebook


O Google surgiu em 1998 inicialmente como “apenas” um mecanismo de busca para realizar pesquisas na internet, assim como o Yahoo, Bing e muitos outros que já existiam nos primórdios da internet.


Com o crescimento tecnológico, o Google foi desenvolvendo novas funcionalidades e aprimorando suas ferramentas para se tornar a gigante que é hoje, se destacando não só como mecanismo de busca, mas em ferramentas de tradução de idiomas, de navegação de GPS, emails, assistente virtual e muitos outros.


Já o Facebook, criado em 2004, surgiu como uma simples rede social como o nosso falecido Orkut (R.I.P) e, igualmente como o Google, passou por várias transformações e adaptações e se consolidou como uma das maiores redes sociais do mundo com cerca de 2,2 bilhões de usuários mensais.


Hoje, o Facebook possui diversos recursos que incluem uma plataforma apenas para transmissão de lives de jogos, bem como um Marketplace, um dispositivo de mensagens instantâneas (Facebook Messenger) entre outros.



O que essas plataformas têm em comum?


A resposta para essa pergunta é bem simples: enxergaram possibilidades ao buscar aprimoramentos constantes. Seus fundadores observaram uma nova forma de atrair clientes para anunciantes, trazendo a monetização de sites e criando suas próprias plataformas de anúncios online, transcendendo algo que até então só era possível em outdoors, panfletos e propagandas televisivas.


A partir da popularização dessas duas mídias digitais, utilizar as plataformas de Ads de ambas significa alcançar praticamente todos os usuários de internet do mundo. O Google Adwords e Facebook Ads se destacam por conta dos recursos existentes e dos resultados que são capazes de produzir.


Mas para atingir bons resultados, é importante compreender melhor essas ferramentas, então iremos explicar sobre as funcionalidades de cada uma das duas. Vamos conferir?



Google Ads?


Para exemplificar, vamos tomar um exemplo. Imagine que você esteja precisando comprar tinta para a sua impressora e recorre ao Google para achar algum lugar que possa lhe vender esse produto. Quando você aperta Enter, aparece uma infinidade de resultados, porém alguns aparecem destacados bem no começo da página como esses aqui:


Ao clicar em um desses anúncios você é redirecionado para o site ou página da empresa para realizar a compra de maneira rápida e prática. De maneira simplificada, esse é o conceito do Google Ads.



Como funciona esse processo?


Para ter um anuncio no Google, é necessário criar uma campanha que irá ser a responsável por coletar todas as informações sobre seu público e objetivo do anúncio. Uma das principais ferramentas é a seleção de palavras que estão diretamente relacionadas com o produto/serviço que sua empresa oferece. Essas palavras são chamadas de palavras-chave.


Quando um usuário faz uma busca utilizando alguma dessas palavras-chave definidas pela empresa, o anúncio aparecerá em posições privilegiadas dos resultados de busca. Como no nosso exemplo acima, a palavra chave digitada no campo de busca foi: tintas para impressora. Uma das grandes vantagens do uso do Google Ads está no fato de que o anunciante paga apenas por cliques efetivos em seu anúncio. Ou seja, se ninguém clicar no seu anúncio, você não pagará nada.


Outra maneira de realizar anúncios no Google muito recorrente em estratégias de Marketing é conhecido como Rede de Display. Ao entrar em um blog sobre esportes, por exemplo, e ao lado aparece um banner anunciando uma loja virtual de equipamentos esportivos significa que o usuário foi atingido por um anúncio da Rede de Display, utilizado igualmente pelo Google Ads como propaganda paga.



O Facebook Ads


O Facebook Ads é a ferramenta de anúncios que funciona apenas dentro do Facebook. Devido a um grande número de usuários cadastrados na rede social, também alcança um grande número de pessoas e sendo muito útil para os anunciantes. Através do Facebook Ads é possível criar um anúncio que leve um usuário a uma fanpage de uma empresa ou para um link externo como um site.


Outro aspecto que contribui para que seja uma ferramenta de resultados é a possibilidade de utilização de imagens e vídeos, o que garantem que os anúncios sejam integrados aos feeds de notícias de forma quase orgânica, aumentando seu poder de persuasão.


Assim como no Google, o Ads da rede social permite o pagamento por clique (CPC), mas oferece aos usuários a opção de pagamento por visualização, realizado a cada vez que o mesmo surge para mil pessoas, conhecido como custo por mil (CPM), independente de ocorrer qualquer interação.


Separamos três tipos de campanhas para que você possa entender melhor como os anúncios funcionam e aplicar a partir dos objetivos de cada uma. São elas:


Campanhas Para Reconhecimento

O reconhecimento da marca é uma forma que os anunciantes têm de exibir anúncios às pessoas mais propensas a prestar atenção neles. Analisando centenas de campanhas de marcas, o Facebook descobriu que quanto maior for o tempo que uma pessoa visualizar um anúncio, maior será a probabilidade de se lembrar do que viu. O propósito desse tipo de campanha é ser visto para que as pessoas conheçam a sua empresa.


Campanhas focadas na consideração

Diferente do reconhecimento, a campanha de consideração engloba elementos mais voltados para o relacionamento e a conversão. Dentro desse objetivo, estão os formatos:


• Geração de tráfego;

• Geração de leads;

• Envolvimento;

• Visualização de vídeos.


Campanhas focadas em conversão

Como o próprio nome diz, o anúncio é focado na conversão, ou seja, na venda ou na tomada de alguma ação que irá gerar resultados. Dentro desse objetivo, alguns dos formatos são:


• Venda de produtos ou serviços da empresa;

• Visitas ao estabelecimento;

• Fechar um pacote ou assinatura;

• Promoções ou descontos para a compra.


O principal benefício do Google Ads e do Facebook Ads é a sua ampla capacidade de segmentação. O anúncio chegará ao público com características que você definir, como por exemplo a idade, gênero, localização, profissão e até mesmo interesses diversos. A segmentação permite que um anúncio atinja de forma certeira o público-alvo de um negócio, aumentando as chances de sucesso da estratégia.


Mesmo com a ascensão do Marketing de Conteúdo nos últimos anos, os anúncios pagos ainda possuem grande relevância nas estratégias de Marketing Digital e contribuem para acelerar a conquista de resultados.



0 visualização